Janeiro Branco: UBS da Primavera I realiza atividade voltada à saúde mental

Thales Kirion

Segundo dados de um relatório global sobre transtornos mentais publicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está em primeiro lugar no ranking latino-americano de depressão e em quinta posição no mundial. No país, a doença atinge cerca de 11,5 milhões de pessoas.

E com o objetivo de combater e trazer informações, a Unidade Básica de Saúde da Primavera I realizou nesta segunda-feira (22) uma atividade voltada ao “Janeiro Branco”, mês dedicado à cultura da saúde mental. A programação começou às 8h30 e seguiu até às 12h com palestras e informação na unidade.

Para a psicóloga da Rede Municipal de Saúde, Milena Batista, é importante o compartilhamento das dificuldades. “Para espantar a tristeza sem fim da rotina, é importante gerenciar o estresse e compartilhar as dificuldades do dia a dia. Ler, aprender coisas novas, fazer hobbies e se divertir ajudam a manter a cabeça ativa e livre de pensamentos negativos ou preocupações excessivas. O otimismo, ladeado de bom-senso, assegura o bem-estar emocional”, detalhou.

Já a enfermeira, Nathália Melo, explicou a importância de analisar os sintomas e o sinais precocemente. Segundo ela, a Unidade Básica de Saúde está pronta para atender o público com a psicóloga Priscila Feliciano. Ela ainda destacou que se houver a necessidade, o paciente será direcionado a outros profissionais. O Município conta com o apoio do Centro de Atenção Psicológica (CAPS).

O que é o “Janeiro Branco”?

Uma campanha dedicada a mostrar às pessoas – e à sociedade – que os seres humanos são seres de conteúdos psicológicos e subjetivos, que suas vidas, necessariamente, são estruturadas em torno de questões mentais, sentimentais, emocionais, relacionais e comportamentais, sendo, portanto, imperioso e necessário, que a subjetividade humana possua lugar de destaque em nossa cultura e em nossos cotidianos, sob pena de sermos vítimas de nós mesmos e de quem despreza as próprias necessidades psicológicas e as necessidades psicológicas alheias.

Uma Campanha pensada, planejada e projetada para a promoção de Saúde Emocional nas vidas de todos os indivíduos que compõe a humanidade, buscando estratégias políticas, sociais e culturais para que o adoecimento emocional seja prevenido, conhecido e combatido em todos os campos, esferas, dimensões e espaços em que o humano se faz presente.

Entendendo a depressão

A depressão é considerada o mal do século. É caracterizada pela perda da vontade viver. Pode ser motivada pelo cansaço extremo, algum trauma, situação difícil, estresse ou simplesmente não apresentar motivos. Vale ressaltar que a Rede Municipal de Saúde conta com equipe preparada para atuar nos casos. A ajuda pode ser encontradas das Unidades Básicas de Saúde ou no CAPS, que fica na Praça do Rosário, centro da cidade.

 

Com informações do portal Janeiro Branco.


Saiba mais sobre a vacinação em Paudalho