Estudantes da Rede Municipal de Paudalho conquistam 1° lugar em olimpíada realizada pela Fiocruz

Daniel Junior

Com o projeto ‘Eco-Tirinhas’, estudantes da Escola Municipal Sinhô Bandeira, situado na zona rural de Paudalho, conquistaram a 1ª colocação da região Nordeste, na categoria Produção Textual da Olimpíada Nacional de Saúde e Meio Ambiente, promovida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Nesta sexta-feira (21/10), ocorre a premiação on-line dos projetos vencedores. A cerimônia será transmitida pelo Youtube, a partir das 14h, através do link https://www.youtube.com/watch?v=Kmdt_v8aZgM .

“Nós que compomos a educação de Paudalho estamos honrados com a premiação conquistada pela escola Sinhô Bandeira, fruto do trabalho em conjunto da professora junto aos alunos e com apoio da equipe gestora da escola e coordenadores da Gerência de Desenvolvimento da Educação (GDE). Esse trabalho envolveu múltiplos descritores e habilidades fato que o torna tão singular. Abrange várias áreas do conhecimento tais como a Língua a Portuguesa, Arte, Ciências , dentre outras. Todos têm sonhos e objetivos na vida, não é fácil de alcançar, mas com muita luta e persistência conseguimos chegar lá. Então, parabenizamos os envolvidos nessa conquista pelo excelente trabalho em grupo. Pais, alunos, professora, coordenadores e a gestora escolar. Nossos agradecimentos à FioCruz por oportunizar a participação dos nossos alunos nesse projeto de tanta relevância para a educação”, disse Paula Marinho, Secretária de Educação de Paudalho.

Sobre o ‘Eco-Tirinhas’:

O projeto “Eco-Tirinhas” é um trabalho extensionista feito no colégio Sinhô Bandeira, na área rural de Paudalho -PE, com alunos do ensino fundamental II (6 ao 9 ano). O projeto teve início em fevereiro de 2022 e contou com o apoio da Diretora escolar Laura Maria Valentim e o Coordenador pedagógico Édipo Lucas Soares Barbosa, a proposta do trabalho é incentiva tanto a capacidade crítica dos alunos sobre questões ambientais como a criatividade por meio do domínio de ferramentas gratuitas de design gráfico (Inicialmente o aplicativo Canva) e os fundamentos para criação de narrativas como tirinhas e histórias
em quadrinhos (HQ).

O projeto tem seu funcionamento de forma bem simples, todos os meses os
alunos são incentivados a criar uma narrativa (tirinhas ou HQ,s) sobre
determinado tema ambiental selecionado pelos professores, aqueles que
criarem as narrativas mais interessante (levando em conta a parte reflexiva-
ambiental) são escolhidos, após essa etapa o aluno junto ao professor transforma sua narrativa com o uso da ferramenta “Canva” em uma narrativa
(tirinha ou HQ) digital (observado na imagem I abaixo), com gráficos envolventes
e atrativos, por último essa etapa o aluno junto ao professor transforma sua narrativa com o uso da ferramenta “Canva” em uma narrativa
(tirinha ou HQ) digital, com gráficos envolventes
e atrativos. Por último, essas narrativas digitais são postadas nas redes sociais
e no mural da escola.