Centro de Parto Normal Gabrielly Ramos comemora 2 anos em funcionamento

Maria Clara Carneiro

Localizado no município do Paudalho, Zona da Mata de Pernambuco, o Centro de Parto Normal Gabrielly Ramos é referência quando se trata de serviço humanizado. Na última quarta-feira (12), a unidade completou dois anos em funcionamento com um total de 3.327 atendimentos e 497 partos realizados. Para não deixar o aniversário passar em branco, uma pequena celebração foi realizada na local. Na ocasião, estiveram presentes profissionais da área de saúde e algumas das mães atendidas no centro.

Larissa Leilane e sua filha Emanuele Naíce. Foto: Josué Júnior/PMP.

A paudalhense Larissa Leilane, mãe da bebê Emanuele Naíce, esteve presente na celebração e demonstrou sua felicidade por ter escolhido dar a luz no local. “Faz quatro meses que tive o meu bebê e foi uma experiência única. Foi maravilhoso, fui muito bem atendida. Aqui é um lugar muito perfeito, indico para muitas amigas minhas. Aliás, indiquei a uma amiga de São Loureço e ela teve a nenê dela aqui”. Por ser o único Centro de Parto Normal peri-hospitalar habilitado em todo Pernambuco, mulheres de vários locais do estado, inclusive da Região Metropolitana do Recife, procuram o atendimento.

Foto: Josué Júnior/PMP.

A enfermeira obstetra Andressa Juliane se sente realizada em fazer parte dessa história. Ela trabalha no local desde o ano da inauguração do espaço, em 2018. “A sensação de trabalhar no Centro de Parto é de verdadeira realização pelo fato de fazer o que eu amo, de fazer o que eu estudei e me especializei. Trabalhar em um local que te proporciona todos os materiais, todos os recursos necessários para oferecer o parto humanizado a uma mulher traz um sentimento de gratidão”.

Ela destaca a valorização que cada paciente recebe. “Nós da equipe fazemos tudo conforme as diretrizes, buscando o melhor para a mãe e o bebê. Sem infligir nenhum tipo de regra, sempre trabalhamos conforme as evidências científicas, somos enfermeiras obstetras atualizadas”.

Mudanças com a pandemia

Devido a pandemia do Covid-19, a demanda de atendimentos no Centro de Parto Gabrielly Ramos se intensificou. De acordo com Andressa Juliane, o fluxo de gestantes de outras cidades que procuram o espaço aumentou em razão da preocupação que o momento despertou nessas mulheres. Por oferecer serviços de baixo risco e parto humanizado, a unidade se diferencia das demais maternidades do estado.

Como forma de evitar o contágio do coronavírus no local, o número de acompanhantes diminuiu de dois para apenas um. Caso o pai da criança não seja o escolhido, por direito, ele pode marcar uma visita em horário específico. Também por causa da pandemia, a unidade passou a dar alta as mães em 24h para evitar que os recém nascidos passem muito tempo internados. Antes, esse procedimento ocorria em até 48h. A enfermeira explica o porquê da mudança: “As mães são grupo de risco tanto enquanto gestantes como puérperas. Então, se estiver tudo certo com a mulher e com o bebê, eles têm alta”.

Estrutura

Cada quarto tem referencia “PPP”, ou seja: pré-parto, parto e puerpério, e conta com equipamentos de última geração, wifi e Smarts TVs com serviços de streaming. O Centro possui uma aérea de aproximadamente 502 metros quadrados. Tudo planejado em minúcias para garantir a segurança e o bem-estar da mãe e do bebê.

Confira mais fotos do evento em comemoração aos 2 anos do Centro de Parto Normal Gabrielly Ramos: