Caminhada e ciranda inclusiva marcam encerramento da Semana Nacional da Pessoa Com Deficiência em Paudalho

Thales Kirion

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,2% da população brasileira tem algum tipo de deficiência. E enfrentar desafios se tornou uma rotina para essas milhares de pessoas. Mas, muitos deles não baixam a cabeça e fazem dos obstáculos, motivação para avançar.

Esse é o caso da Roseane Pereira, de 54 anos, mãe do Jobson Pereira, de 23. A paudalhense participou na manhã desta terça-feira (28) da caminhada e programação cultural que encerrou a Semana Nacional da Pessoa Com Deficiência em Paudalho que teve por tema: “Família e pessoa com deficiência, protagonistas na implementação das políticas públicas”. Orgulhosa, a mãe não escondeu a satisfação de participar da programação. “Eu estou muito feliz por participar desse momento. É importante mostrar a todo mundo a luta que a gente vive e eu não escondo o meu filho não! Eu o mostro a todo mundo e ele participa de tudo!”, comentou. A programação começou na última quarta-feira (22) com atividades recreativas, palestras e exposição. O objetivo da ação foi de promover ainda mais a inclusão na cidade do Paudalho.

Foto: Katiene Carla/PMP

Integrantes do CAPS juntamente com a coordenadora da Atenção Especial do Município de Paudalho, Riva Karla. Foto: Thales Kírion/PMP

Foto: Thales Kírion/PMP

Município inclusivo

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência passou a ser instituída no Brasil através da Lei 13.585/2017. Para o presidente do Conselho da Pessoa Com Deficiência, Rivelino Amaral, o momento só reforça a necessidade da sociedade de se engajar na luta pela igualdade e a inclusão. “Esse é um momento impar. Porque nós podemos falar e mostrar a sociedade que existe um seguimento que preciso de apoio. E a Prefeitura de Paudalho tem se preocupado com a acessibilidade. Nós temos visitados alguns prédios públicos a gente tem visto isso, graças a Deus”, comentou.

Foto: Thales Kírion/PMP

Após a caminhada houve apresentações culturais na Quadrilha Poliesportiva que fica próxima ao Parque de Eventos Beira-Rio, no Centro da cidade. Na programação, alunos se apresentaram em homenagem a todas as pessoas que possuem deficiência. Além disso, uma grande ciranda inclusiva encerrou a ação. Veja no vídeo: