Após 7 meses implantado, Programa Família Acolhedora muda a vida de crianças e adolescentes

Maria Clara Carneiro

“Do ponto de vista governamental, o Programa Família Acolhedora é um ato de humanização. Para nós, enquanto parte das famílias, é um ato de amor”. É dessa forma que o professor Ricardo Silva* define sua experiência como membro de uma das quatro famílias que atualmente acolhem em seus lares crianças em situação de vulnerabilidade social. Com cerca de um mês de convivência com Carlos* e Roberto*, irmãos acolhidos pelo Programa, a experiência já superou de modo positivo tudo o que ele imaginou que seria.

Implantado no município de Paudalho em setembro de 2019, o Serviço Família Acolhedora permite que famílias recebam temporariamente em suas casas crianças e adolescentes afastados do convívio da família biológica por decisão judicial em razão de situação de vulnerabilidade, risco pessoal ou social. O acolhimento é temporário, os lares selecionados oferecem cuidados até que a família de origem esteja apta a cumprir novamente sua função de zelo e proteção.

Representantes do município durante evento de inauguração do Programa Família Acolhedora em Paudalho, no ano de 2019. Foto: Isak de Castro/PMP

Também nomeado como “guarda provisória”, o Serviço de Família Acolhedora está previsto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) desde 1990. Paudalho é o primeiro município de Pernambuco a implantá-lo e segue como um referencial para as demais cidades. De acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SEDAS), atualmente cinco famílias já estão capacitadas para o acolhimento e até o final de março esse número chegará a dez, desse total, quatro já acolhem. São seis crianças e uma adolescente tendo a oportunidade de receber um novo olhar sobre a vida.

A assistente social Joseane Monteiro afirma que o Programa têm dado resultados positivos e que a expectativa é que cada vez mais as famílias paudalhenses sejam sensibilizadas a contribuir. “O Família Acolhedora hoje está sendo visto no país como a melhor alternativa para crianças e adolescentes que por alguma situação, em algum momento na vida, precisam do afastamento da família biológica. A prática tem demonstrado que o serviço realmente funciona. Em Paudalho, o Programa tem resultados superiores ao que a equipe técnica e com certeza ao que os gestores esperavam.”, declara.

Da decisão de participar até o instante do acolhimento

Ricardo Silva* não nega que sentiu medo nos momentos iniciais da sua escolha de fazer parte do Programa e fornecer um lar temporário para as crianças. “É uma mistura de vários sentimentos e no meu caso o medo foi o primeiro deles, mas aí o amor por aquelas crianças fez com que eu colocasse esse medo em outra posição. O medo virou amor, humanização“. Ele afirma que a oportunidade de tirar essas crianças de uma realidade frustrante em que o direito a infância era roubado o fez ter confiança e seguir em frente.

As famílias interessadas em participar do Programa passam por um processo seletivo composto por quatro etapas. O procedimento tem por finalidade confirmar e assegurar que as crianças e os adolescentes receberão todo o apoio necessário, não apenas material como também afetivo. Um acompanhamento é realizado a cada seis meses para reavaliar a situação nos lares. A primeira etapa do processo é se inscrever na Chamada Pública permanentemente aberta a todos que desejem se envolver.

O Programa Família Acolhedora é a melhor alternativa para ajudar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Foto: Imagem Ilustrativa/Lisa Cope via Unsplash.

Durante todas as etapas as famílias contam com uma rede de apoio composta por profissionais preparados para prestar auxílio. Esse grupo é formado por um(a) coordenador(a), um(a) assistente social e um(a) psicólogo(a), todos com nível superior. A psicóloga Débora Pedrosa faz parte da Serviço e ressalta a importância do mesmo “Estamos possibilitando para essas crianças e adolescentes um olhar diferenciado, um olhar de amor, de carinho, de todo o aparato da equipe. Tanto da equipe técnica da assistência como da Rede de Saúde, da Rede de Educação.”.

Para realizar o cadastro e participar como Família Acolhedora é preciso dirigir-se até o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) da cidade, localizado na Rua Herculano Bandeira, número 32, Centro. O contato prévio com objetivo de tirar dúvidas e receber maiores informações pode ser realizado por meio do telefone 3636-4835.

*Os nomes foram alterados para garantir o sigilo e a segurança das fontes.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura divulga resultado dos candidatos aprovados e convocados na segunda etapa da Seleção Pública para agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias


Prefeitura convoca profissionais aprovados em Seleção Pública da Secretaria de Saúde para a realização de Curso de Formação Inicial e Continuada


Prefeitura do Paudalho disponibiliza agendamento online para emissão de novo RG


Paudalho inicia campanha de vacinação contra a tríplice viral para adultos de 20 a 49 anos de idade


Prefeitura do Paudalho começa a entrega dos Kits Merenda para alunos da Rede Municipal de Ensino


Prefeitura do Paudalho realiza Plano de Ação com o objetivo de organizar filas para saque do auxílio emergencial


Prefeitura do Paudalho decreta novas medidas de prevenção contra o coronavírus em estabelecimentos essenciais


Paudalho reforça limpeza de ruas e demais espaços públicos para conter a disseminação do coronavírus


Saiba as datas de pagamento do auxílio emergencial da Caixa


Coronavírus: Programação do Santuário de São Severino dos Ramos será interditada a partir deste domingo (22)


Paudalho prolonga folia com celebrações da Ressaca do Carnaval


Diverso e tradicional, Carnaval 2020 de Paudalho atrai mais de 200 mil foliões à cidade


Primeiro dia do Carnaval 2020 de Paudalho reúne cerca de 80 mil foliões


Festa de Nossa Senhora do Desterro chega a sua 70ª edição em Paudalho


Paudalho recebe oficina do Projeto RESCATE na próxima terça-feira (18)


Confira as atrações da semana pré-carnaval 2020 de Paudalho


Programa Ruas do Povo leva calçamento a 60 ruas do município de Paudalho


21ª Corrida de São Sebastião movimenta a cidade de Paudalho


Secretaria Municipal de Cultura realiza cadastros para Auxílio Emergencial da Lei Aldir Blanc


Prefeitura do Paudalho renovará iluminação pública de 15 bairros


Paudalho lança plataforma de aprendizagem online Educa na Web para alunos da rede municipal de ensino